Polícia confirma que ossada encontrada é de homem morto pelo filho em Caçapava

Familiares reconheceram uma tatuagem em uma parte da perna. Autor do crime, o filho dele de 17 anos foi preso por matar a própria mãe no domingo (22).

Por G1 Vale do Paraíba e Região

24/11/2020 

Corpo de Adailton Araújo Barbosa foi reconhecido pela mãe e pela enteada; segundo confissão, ele foi morto pelo filho — Foto: Arquivo pessoal

Corpo de Adailton Araújo Barbosa foi reconhecido pela mãe e pela enteada; segundo confissão, ele foi morto pelo filho — Foto: Arquivo pessoalhttps://0572047a0187932d5cc1b95315f19d0f.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

A Polícia Civil confirmou nesta terça-feira (24) que a ossada encontrada em agosto é do pai do adolescente de 17 anos que matou a mãe a tiros no último domingo (22) em Caçapava (SP). Após ser preso, ele disse à polícia que também tinha matado o pai em abril e enterrado o corpo.

A ossada, segundo a polícia, estava enterrada em uma propriedade particular, a 500 metros do local onde moravam.

O corpo de Adailton Araújo Barbosa foi reconhecido pela mãe e pela enteada. Apesar de ser uma ossada, parte da perna ainda estava preservada e foi possível a identificação por causa de uma tatuagem grande. As roupas também ajudaram no reconhecimento.

A Polícia agora segue a investigação para saber se o jovem matou o pai no local ou se ele levou o corpo até lá para enterrar.

Morte da mãe

No último domingo, uma mulher de 36 anos foi morta a tiros pelo filho adolescente em Caçapava. De acordo com a Polícia Civil, o adolescente teria disparado contra ela após uma discussão porque a mãe o proibiu de ir a um baile de rua (veja vídeo abaixo).

De acordo com a polícia, a vítima proibiu o jovem de ir ao fluxo e houve discussão. Durante a briga, o adolescente sacou uma arma e disparou contra a mãe. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Na delegacia, o adolescente contou aos policiais que havia atirado contra a mãe e que também seria o responsável pela morte do pai. O homem está desaparecido desde abril deste ano e o corpo dele já teria sido encontrado pela polícia em Jacareí, mas ainda não identificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *