Quatro fake news sobre o incêndio na Amazônia

Em chamas há três semanas, a floresta é um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, porém várias das informações compartilhadas não são corretas


Fonte:BLOG

Me Engana que Eu Posto

A verdade por trás de manchetes falsas que se espalham pela internet. Editado por João Pedroso de Campos.

Por Clara Valdiviezoaccess_time23 ago 2019, 20h28more_horiz

Incêndio na Amazônia, próximo a Humaitá, Amazonas – 17/08/2019 (Ueslei Marcelino/Reuters)

floresta amazônica tem diversos focos de incêndio há três semanas. O tema é um dos mais debatidos nas redes sociais, após a fumaça das queimadas ter atingido a capital paulista na segunda-feira, 19. Confira algumas informações que foram amplamente compartilhadas, mas não estavam corretas.

Maior incêndio da região?

Este não é o maior incêndio que já atingiu o território da Amazônia Legal. De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), este ano, até o dia 23 de agosto, foram registrados 56.131 focos de incêndio, enquanto que em 2004 foram 275.645 durante o ano. PUBLICIDADE

 (INPE/Divulgação)

Neste mês, foram detectados 30.922 focos ativos, o número mais alto para o período desde 2012, quando 35.263 focos queimavam. O pior ciclo de incêndio registrado no mês de agosto foi em 2005, quando satélites captaram 73.683 focos ativos no território da Amazônia Legal.  

ONGs da Amazônia versus ONGs do Nordeste 

A informação que está circulando nas redes sociais é que não existem ONGs no Nordeste, enquanto a Amazônia possui 100.000. A afirmação é falsa, de acordo com o estudo do IBGE: “As Fundações Privadas e Associações Sem Fins Lucrativos no Brasil”, de 2016. 

 (Twitter/Twitter)

Segundo a análise do órgão, existem 236.950 fundações privadas e associações sem fins lucrativos no país. A região Norte — Rondônia, Roraima, Amazonas, Acre, Pará, Amapá e Tocantins —  abriga 9.193 associações, enquanto a região Nordeste — Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Bahia — sedia 44.496.  

Imagem utilizada por personalidades não é atual 

Celebridades como Gisele Bündchen e Emmanuel Macron compartilharam uma imagem antiga da floresta amazônica. Ela está disponível no banco de imagens Alamy e é de autoria de Loren McIntyre, fotógrafo que morreu em maio de 2003. A imagem foi amplamente compartilhada nas redes sociais.

A foto do Rio Grande do Sul 

Cristiano Ronaldo fez uma publicação sobre a Amazônia utilizando a imagem de um incêndio na Reserva Ecológica do Taim, no Rio Grande do Sul, que aconteceu em 2013 e queimou 5.000 dos 34.000 hectares da reserva. O jogador escreveu em sua página: “A floresta Amazônica produz mais de 20% do oxigênio do mundo e está queimando há três semanas. É nossa responsabilidade ajudar a salvar nosso planeta”.  #prayforamazonia

Fonte: Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *