Home / Brasil / Presos fogem durante transferência após confusão em delegacia na Bahia

Presos fogem durante transferência após confusão em delegacia na Bahia

Três homens que estavam presos na carceragem da Delegacia de Nova Viçosa, no sul da Bahia, conseguiram fugir durante uma manifestação organizada por um grupo de moradores em frente à unidade policial, na tarde da quinta-feira (5). O protesto foi iniciado, por volta das 17h, após a população descobrir que um homem suspeito de matar um jovem de 24 anos a facadas teria se apresentado à polícia.
As informações foram confirmadas nesta sexta-feira (6) pelo delegado Maderson Dias, titular da delegacia. Segundo ele, os fugitivos e outros cinco presos tiveram que ser tirados das celas porque o grupo queria invadir a delegacia, que chegou a ser atingida por um coquetel molotov durante a confusão.
Grupo cerca delegacia durante apresentação de suspeito em Nova Viçosa (Foto: Arquivo pessoal)
PM foi acionada (Foto: Arquivo pessoal)
Conforme o delegado, todos os presos seriam transferidos para a unidade da cidade de Mucuri, a cerca de 28 quilômetros de Nova Viçosa, mas os três homens conseguiram fugir. Até o fechamento desta reportagem, nenhum deles tinha sido recapturado.
Os outros presos foram levados para a delegacia e devem ser transferidos para Teixeira de Freitas ainda nesta sexta-feira.
De acordo com o delegado, o suspeito de ter matado o jovem foi à unidade policial para falar sobre o crime acompanhado de um advogado, que teve o carro destruído pelos manifestantes revoltados com o crime. O veículo, que estava estacionado em frente à delegacia, foi tombado pelos populares.
Segundo a polícia, o homicídio ocorreu no último domingo (1º). A vítima teria sido esfaqueada, após separar uma briga entre um amigo e o suspeito do crime, na Praia do Lugar Comum, em Nova Viçosa. Conforme a polícia, o jovem trabalhava como vendedor em uma loja de calçados da cidade e, segundo os moradores, era um rapaz tranquilo.
Grupo cerca delegacia durante apresentação de suspeito em Nova Viçosa (Foto: Arquivo pessoal)
Grupo cercou a delegacia da cidade
(Foto: Arquivo pessoal)
Após ser ouvido na quinta-feira, o suspeito foi liberado, mas precisou de escolta policial para deixar a delegacia.
Incorformados com a liberação do suspeito, moradores apedrejaram uma viatura e a porta da unidade policial, que ficou destruída.
Nenhum dos envolvidos na manifestação foi preso. Segundo o delegado, uma perícia vai ser realizada e a polícia tenta identificar as pessoas que participaram do tumulto. Os vídeos feitos na confusão devem ajudar no processo de identificação. O policiamento foi reforçado na cidade.
*G1

Você pode Gostar de:

PRF RECUPERA CARRETA E CARGA NA VIA DUTRA E UM HOMEM É PRESO NA AÇÃO

A carreta que continha mercadoria não mencionada na nota fiscal foi encaminhada á Receita Federal …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display