Home / Policia Civil / Dise / POLICIAIS CIVIS PRENDEM DONO DE ACADEMIA DE MUSCULAÇÃO EM TAUBATE.

POLICIAIS CIVIS PRENDEM DONO DE ACADEMIA DE MUSCULAÇÃO EM TAUBATE.

O crime ocorreu no final da tarde de hoje (20) em uma academia de musculação situada na Rua Joaquim Moreira – TAUBATE – SP.

 

R.S.M, 26 anos foi acusado pelas práticas de crimes de Falsificação/alteração de produtos terapêuticos/medicinais (art. 273), Lei 11343/06 Entorpecentes / Drogas sem autorização ou em desacordo (Art.33, caput) e Contrabando (Art 334A).

Foram apreendidos na academia e residência do investigados: 46 agulhas para seringas; 23 embalagens vazias do anabolizante de marca “DURATESTON”; 23 bulas do anabolizante de marca “DURATESTON”; Anotações de vendas de Anabolizantes; algodão;
03 ampolas do anabolizante de marca “TESTOLAND DEPOT”; 19 ampolas do anabolizante de marca “DEPOT”; 30 comprimidos do anabolizante de marca OXIMETOLAND” 50 MG;. 110 comprimidos do anabolizante de marca “BROTEL”; 03 frascos do anabolizante de marca METANDROSTENOLONA LANDER LAN – 10 MG; 7 frascos do anabolizante de marca “STANOZOLAND DEPOT” 10 MG e 14 seringas utilizadas para os medicamento injetáveis.

Os policiais receberam “denuncia
anônima” dando conta de que o proprietário da academia de musculação estaria comercializado e aplicando substâncias anabolizantes em clientes da referida academia. Tais substâncias possuem controle especial,  segundo a Portaria ANVISA SVS / MS nº 344/1998. Diante das informações e levantamento prévio, os policiais Investigadores de Policia, relataram os fatos à Autoridade Policial que, por sua vez representou pela expedição de
Mandado de Busca para a residência e academia do indiciado. O mandado de busca foi expedidopelo MM. Juiz de Direito da 3.ª Vara Criminal de Taubaté.

Na tarde de hoje os policiais deram cumprimento ao referido mandado. Resultando na localização e apreensão das substâncias anabolizantes e materiais destinados a aplicação dos medicamentos. Na oportunidade constataram indícios de comercialização e aplicação dos medicamentos no interior da academia. O investigado foi conduzido Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes – DISE. Em seu interrogatório, o investigafo alegou que os medicamentos eram destinados ao uso próprio. Diante dos fatos, considerando que os produtos farmacêuticos seriam contrabandeados e de uso controlado,  a Autoridade Policial deliberou pela prisão em flagrante delito do autor.⁠⁠⁠⁠

Você pode Gostar de:

Aluno atira em escola de Goiânia, mata dois estudantes e deixa feridos

Suspeito pelos disparos é um adolescente de 14 anos, que cursa o 8º ano. Ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display