Home / Matérias Policiais / Polícia apura atentado contra ônibus na Dutra em Cruzeiro, SP

Polícia apura atentado contra ônibus na Dutra em Cruzeiro, SP

Passageiro tentou tomar direção do coletivo; ônibus bateu na ação.
Computador do suspeito tinha textos e imagens ligadas a grupo radical.

Do G1 Vale do Paraíba e Região

Passageiro de 20 anos teria tentado capotar o veículo, em luta com o motorista (Foto: Arquivo Pessoal)Passageiro de 20 anos teria tentado capotar o veículo, em luta com o motorista (Foto: Arquivo Pessoal)

Um passageiro, de 20 anos, de um ônibus tentou tomar a direção do veículo à força após agredir o motorista na Dutra em Cruzeiro. Ele foi detido depois de causar um acidente no último sábado (21). A polícia investiga se ele tem ligação com grupos radicais porque em seus pertences foram encontradas imagens de extremistas e trechos do alcorão. O passageiro foi ouvido e liberado.

Segundo a Polícia Civil, o jovem estava num ônibus que seguia do Rio de Janeiro para Goiás, onde mora. Segundo testemunhas, ele agrediu o motorista e tentou capotar o veículo no trecho de Cruzeiro. Na ação, o veículo bateu contra a mureta central várias vezes e quatro pessoas ficaram feridas. O ônibus contava com 30 passageiros. Após a ação, o jovem fugiu para uma área de mata.

O caso foi registrado como tentativa de homicídio. Segundo a Polícia Civil, durante a perícia no veículo, a polícia apreendeu na mala que o passageiro levava. Nela estavam um notebook com matérias sobre o islã, trechos do alcorão e reportagens sobre grupos radicais. A polícia apura a relação entre o atentado e os grupos radicais.

Durante uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Lavrinhas, o jovem foi preso caminhando pelo acostamento. Ele foi levado para a delegacia para prestar depoimento, maspermaneceu em silêncio.

“O que queremos saber é se realmente há essa relação. Vamos apurar se no computador dele há registro de conversas com esses grupos ou se foi algo isolado, de iniciativa dele”, informou o delegado Sandro Ramos, responsável pelo caso.

A Polícia Civil informou que vai apurar também se ele tem algum tipo de transtorno mental, mas que a família não confirmou nenhum diagnóstico. À polícia, familiares relataram apenas que o jovem é tímido.

Segundo a empresa dona do coletivo, Royal Turismo, todas as vítimas foram socorridas e já receberam alta.  “Felizmente, nosso motorista efetuou uma manobra de segurança capaz de evitar o pior”, disse a viação em trecho da nota.

A empresa também informou que registrou o caso e colabora com as investigações da Polícia Civil.

Você pode Gostar de:

Mulher morre atropelada por moto conduzida por adolescente de 15 anos em Taubaté

Vítima de 58 anos foi socorrida ao Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos. Por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display