PM de Jacareí Detém Indivíduo Que Cometeu Homicídio Em Uma Festa na Área Central da Cidade de Paraibuna.

 O indivíduo Tentou dar o pinote, mais foi cercado e preso pelos policiais.

 

A Equipe A – Composta pelo Sd Diego Sd João Paulo – Em patrulhamento pela área central avistaram o individuo em um veículo  Peugeot preto, com as mesmas características de um réu procurado por homicídio, sendo que o mesmo possui em seu desfavor um mandado de prisão preventiva. Efetuado breve acompanhamento e abordagem, e constatado que tratava-se de J. M. S. acusado de homicídio na festa festa Junina na cidade de Paraibuna em 14/06/2015. Devido a tentativa de fuga, fez-se necessário o uso de algemas nos moldes do decreto federal 8858/16. Conduzido ao Dp local para elaboração do RDO e posterior, encaminhado o preso a cadeia pública de jacareí.

Fonte: Segurança Publica

Por: Leo Nascimento

 

 

Entenda o caso:

 

Suspeito de matar segurança se apresenta à polícia em Paraibuna, SP

Suspeito negou o crime, mas deve responder por homicídio doloso.
Segurança morreu ao tentar separar uma briga de irmãos durante festa.

Do G1 Vale do Paraiíba e Região

Delegacia de Paraibuna (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)Crime é investigado pela Delegacia de Paraibuna.
(Foto: Reprodução/TV Vanguarda)

Um homem apontado como principal suspeito de matar um segurança durante uma festa emParaibuna (SP) se apresentou à polícia e prestou depoimento nesta segunda-feira (22). Ele negou o crime, mas deve responder por homicídio doloso, segundo a Polícia Civil.

O segurança, de 30 anos, foi atingido por um golpe de faca ao tentar separar uma briga entre irmãos no último dia 14 de junho, durante as comemorações pelo aniversário do município.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o crime aconteceu por volta de 1h20 de domingo na Praça do Mercado, em Paraibuna. O segurança atingido por uma facada no peito foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu no hospital.

O suspeito pelo crime fugiu, mas foi identificado pela polícia a partir de depoimentos de testemunhas. Ele prestou depoimento nesta segunda-feira na delegacia, na companhia de dois advogados, e negou ser o autor do crime. Depois do depoimento, o suspeito foi liberado.

Outras testemunhas devem ser ouvidas nesta semana para a conclusão do inquérito. Segundo a Polícia Civil, o suspeito deve responder por homicídio doloso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *