Home / Matérias Policiais / Padrasto é preso suspeito de espancar criança de 3 anos em São José, SP

Padrasto é preso suspeito de espancar criança de 3 anos em São José, SP

Menino teve traumatismo craniano e está internado em estado gravíssimo. Homem, de 18 anos, estava só com o enteado e, segundo a polícia, disse que bateu na criança porque ela chorava.

 

Por G1 Vale do Paraíba e Região

 

DDM - Delegacia da Mulher de São José dos Campos, SP (Foto: Du Amorim/Divulgação/Governo de SP)DDM - Delegacia da Mulher de São José dos Campos, SP (Foto: Du Amorim/Divulgação/Governo de SP)

DDM – Delegacia da Mulher de São José dos Campos, SP (Foto: Du Amorim/Divulgação/Governo de SP)

Um menino de três anos está gravemente ferido após ser espancado na tarde desta sexta-feira (3) em São José dos Campos (SP). Segundo a polícia, o padrasto dele, um jovem de 18 anos, confessou a agressão e foi preso. A mãe da criança também foi detida.

(Atualização: a criança seguia internada em estado grave na manhã deste sábado (4) )

De acordo com a Delegacia da Mulher (DDM), que investiga o crime, o padrasto tem 18 anos e estava na casa da família, sozinho, com o enteado, enquanto a mãe da criança trabalhava. “Ele contou que estava cuidando do menino, quando criança começou a chorar. Por não ter paciência, bateu nele”, disse a delegada Vânia Oliveira, que investiga o caso.

A polícia informou ainda que ao perceber a gravidade dos ferimentos, o jovem socorreu o menino. A criança foi levada para a UPA do Putim. A família mora no Jardim Santa Luzia.

Aos funcionários da unidade, ele contou que o enteado teve um ataque epilético e, para explicar os ferimentos, disse que ele tinha se debatido. Por causa da gravidade, a criança foi transferida para o pronto-socorro do Hospital Municipal, na Vila Industrial.

Desconfiados da agressão, os funcionários pediram o documento do suspeito para abrir a ficha da criança. Ele disse que ia em casa buscar e fugiu.

Horas depois, voltou ao hospital e foi preso. A mãe da criança, que está grávida de quatro meses do suspeito, foi chamada e quando chegou ao hospital passou mal. Ela também precisou de atendimento médico.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a criança teve traumatismo craniano de alta gravidade, está com hematomas por todo o corpo e sangramento abdominal. A secretaria informou que a criança foi submetida a uma cirurgia e está internada em estado gravíssimo.

A mãe, de 21 anos, contou para a polícia e para a conselheira tutelar que nunca tinha presenciado o padrasto agredindo o menino. Ela foi detida por suspeita de conivência – a polícia investiga se a criança foi agredida outras vezes.

A família era considerada vulnerável e já era acompanhada por assistentes sociais. O casal não tem outras crianças

Você pode Gostar de:

Equipe da Força Tática de Jacareí Detém Individuo com Carro Roubado na Rodovia Nilo Máximo.

Furto foi pela tarde de ontem (11) pelo bairro Cidade Salvador.   Por: Rede Policial …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display