Home / Policia Civil / Homicidios / Mulher é morta após zombar de homem por ele não ser “bem dotado”

Mulher é morta após zombar de homem por ele não ser “bem dotado”

Segundo informações da polícia, câmeras de segurança flagram o casal juntos.

 Aconteceu Virou Notícia | Uma mãe de três filhos foi assassinada por seu amante depois que ela zombou dele pelo fato de ter o órgão sexual pequeno. O suspeito, que não teve o nome revelado, tem 25 anos e confessou ter estrangulado a vítima, identificada como Marina Kovalenko, de 29 anos. Segundo o acusado, a mulher, que é divorciada, lhe humilhou ao falar que tinha o órgão muito pequeno.

Conforme relatos, a mulher teria conhecido o amante em um café em uma vila em Volgogrado, na Rússia. O acusado de assassinato se ofereceu para levar a vítima para casa, quando acabaram tendo relações sexuais. Marina, no entanto, não teria ficado satisfeita com o encontro.

Segundo o acusado, ela criticou o encontro, relatando que ele tinha o órgão sexual pequeno.

Homem diz que foi humilhado pela vítima

De acordo com o homem, ele levou Marina para uma garagem que está alugando e teve seu encontro sexual lá. Marina riu depois de ver que o rapaz não era bem dotado, disse uma fonte policial. O homem, que não tinha condenações anteriores, admitiu aos policiais que ficou profundamente “humilhado”, revoltado e acabou matando Marina Kovalenko.

Segundo informações repassadas pela #Polícia, o suspeito estrangulou a mulher até a morte antes de levar seu corpo morto para a floresta e enterrá-la. Os amigos da vítima começaram a relatar sua falta para as autoridades locais. A polícia, então, conseguiu rastrear o homem com quem ela foi vista pela última vez.

Câmeras de segurança flagram a vítima com o acusado em uma garagem

A polícia questionou o acusado e, de acordo com seu primeiro relato, ele e Marina se separaram depois do encontro.

De acordo com o homem, ela voltou para casa por conta própria, de acordo com a imprensa local.

No entanto, as autoridades encontraram imagens de câmeras de segurança que provaram que a vítima estava de fato com o suspeito e eles foram para uma garagem. As imagens também mostram o rapaz tirando o corpo da mulher do local, de acordo com a polícia. Os três filhos de Marina foram entregues ao pai.

As três crianças têm idade inferior a 11 anos. O suspeito foi obrigado a admitir a morte depois de ter sido pressionado pelas provas encontradas pela polícia. Ele mostrou aos policiais para onde levou o corpo. O assassino de Marina Kovalenko pode pegar até 15 anos de prisão, se for condenado. O caso continua sendo investigado.

 

Você pode Gostar de:

Fim de semana com 39 assassinatos no Ceará e uma nova chacina em Fortaleza

Um tiroteio entre criminosos no bairro Antônio Bezerra deixou, ao menos, quatro pessoas mortas e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display