Home / Brasil / Ministro diz que PF instaurou 37 inquéritos para apurar ‘apoio criminoso’ de empresas à greve dos caminhoneiros

Ministro diz que PF instaurou 37 inquéritos para apurar ‘apoio criminoso’ de empresas à greve dos caminhoneiros

Por Fernanda Calgaro e Gustavo Garcia, G1, Brasília

 

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, informou na noite deste sábado (26), em entrevista coletiva junto com o ministro Sérgio Etchegoyen (Segurança Institucional), que a Polícia Federal instaurou 37 inquéritos em 25 estados para apurar prática de locaute (paralisação por iniciativa ou com apoio das empresas) durante a greve dos caminhoneiros.

Segundo Jungmann, houve “apoio criminoso” de empresas ao movimento, que, afirmou, “irão pagar por isso”. Ele disse que os identificados como responsáveis estão sendo convocados para prestar depoimento.

De acordo com o ministro, mandados de prisão já foram expedidos, mas ele disse que não sabia informar se tinham sido cumpridos.

“Temos comprovado, seguramente, que essa paralisação por caminhoneiros autônomos, em parte, teve desde seu início a promoção e o apoio criminoso de proprietários, patrões de empresas transportadoras e distribuidoras e podem ter certeza que irão pagar por isso”, declarou.

Segundo Jungmann, a Polícia Rodoviária Federal emitiu 400 autos de infração no valor total de R$ 2,03 milhões.

Ele afirmou que, até a noite deste sábado, havia 566 interdições parciais de rodovias no país. Segundo ele, 524 bloqueios tinham sido dissolvidos. “Isso significa que temos número, praticamente meio a meio, entre aquelas que se encontram interditadas e liberadas”, declarou.

O ministro Sérgio Etchegoyen afirmo que o acesso aos principais aeroportos e refinarias e o trânsito em estradas que estão entre os principais corredores logísticos começaram a se normalizar.

“Chegamos ao fim do dia caminhando bem na direção de tentar normalizar, num esforço de normalizar o abastecimento”, disse Etchegoyen.

Os ministros deram entrevista à imprensa no Palácio do Planalto após reunião com o presidente da República, Michel Temer, e com outros ministros integrantes do gabinete de crise que avalia a greve dos caminhoneiros em todo o país.

Mais cedo, Temer assinou um decreto no qual permitiu ao governo assumir o controle de caminhões para desobstruir as rodovias.

A medida, chamada de requisição de bens, já havia sido anunciada pelo governo na sexta-feira (25), mas, segundo o governo, só seria tomada se houvesse necessidade.

A greve dos caminhoneiros chegou ao sexto dia neste sábado. A categoria protesta contra o aumento no preço do óleo diesel.

Compartilhar:

Você pode Gostar de:

Quatro são presos com 18 kg de maconha em Pindamonhangaba.

Trio detido em Pinda indicou casa em Taubaté, onde mais um suspeito foi preso e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display