Home / Brasil / Manifestantes voltam a se reunir na Cinelândia em protesto contra reformas do governo

Manifestantes voltam a se reunir na Cinelândia em protesto contra reformas do governo

Ato foi convocado por centrais sindicais e tem como pauta também crítica à repressão policial em manifestações populares. Na sexta, confrontos deixaram nove ônibus queimados.

Centrais sindicais organizaram protesto na Cinelândia neste Dia do Trabalhador (Foto: Carlos Brito/G1)

Centrais sindicais organizaram protesto na Cinelândia neste Dia do Trabalhador (Foto: Carlos Brito/G1)

Convocados por diversas centrais sindicais, manifestantes se reúnem nesta segunda-feira (1) na Cinelândia, no Centro do Rio, em uma um ato de protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária propostas pelo governo federal.

A mobilização na praça teve início por volta das 11h. Além de marcar a comemoração pelo Dia Mundial do Trabalhador e criticar as reformas, o ato faz crítica à repressão policial ocorrida nos protestos realizados na última sexta-feira (28) no Rio.

Além de discursos de representantes de movimentos sociais e frentes populares, estão previstos um ato ecumênico e atividades culturais durante o protesto.

 Manifestantes se reúnem na Cinelândia em protesto contra reformas do governo federal (Foto: Carlos Brito/G1)

Manifestantes se reúnem na Cinelândia em protesto contra reformas do governo federal (Foto: Carlos Brito/G1)

O policiamento foi reforçado no entorno da Cinelândia. O objetivo seria coibir novas depredações como as registradas no último protesto. Ao menos nove ônibus foram incendiados na sexta-feira no Centro.

Policiamento foi reforçado nas imediações da Cinelândia neste Dia do Trabalhador (Foto: Carlos Brito/G1)

Policiamento foi reforçado nas imediações da Cinelândia neste Dia do Trabalhador (Foto: Carlos Brito/G1)

Várias agências bancárias no entorno da praça instalaram tapumes na facahda para evitar depredações.

Bancos no entorno da Cinelândia instalaram tapumes para evitar depredações (Foto: Carlos Brito/G1)

Bancos no entorno da Cinelândia instalaram tapumes para evitar depredações (Foto: Carlos Brito/G1)

A atuação policial foi alvo de diversas denúncias após o ato de sexta. O deputado estadual Flávio Serafini, por exemplo, relatou que o palco onde estava foi alvo de bomba arremessada pela PM de forma arbitrária.”Pedíamos paz e fomos alvejados”, afirmou o parlamentar. O momento em que o artefato foi arremessado ao palco foi registrado em vídeo.

Vídeo mostra momento em que bomba de gás atinge homem que filmava manifestação no Centro do Rio (Foto: Reprodução/Ronaldo Parra/Arquivo pessoal)

Vídeo mostra momento em que bomba de gás atinge homem que filmava manifestação no Centro do Rio (Foto: Reprodução/Ronaldo Parra/Arquivo pessoal)

Outro vídeo registrado por um cinegrafista amador mostrou uma mulher, supostamente detida por desacato, sendo tratada de forma truculenta pelos policiais.

 Homem é ferido por balas de borracha durante protesto na Cinelândia, Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Homem é ferido por balas de borracha durante protesto na Cinelândia, Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

Você pode Gostar de:

Troca de Tiros e Baleados em Agência Bancária de Moreira Cesar.

Na troca de tiros dois seguranças, um dos três bandidos ficaram feridos, um cliente também …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display