Home / Brasil / Homossexual está internado no Evangélico após ser atacado com ácido

Homossexual está internado no Evangélico após ser atacado com ácido

Joyce Carvalho | Curitiba

(Foto: Reprodução) - Homossexual está internado após ser atacado com ácido
(Foto: Reprodução)
Um homossexual está internado no Hospital Evangélico de Curitiba desde a noite do último domingo (14). A vítima contou que foi atacada por um homem, que jogou ácido contra ela. Um casal encontrou o homem caído na rua Alberto Bolliger, no bairro Juvevê, e acionou o Samu.

O relato é de Marcos Vinícius Ferreira dos Santos, que é amigo do homem atacado, à reportagem do Massa News. A vítima pediu para que ele fosse avisado do caso e tem acompanhado o atendimento médico ao amigo desde então.

Santos informou que foi até a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que tem um núcleo de investigação de crimes de ódio, para fazer um boletim de ocorrência sobre a situação.

Ele afirmou que o paciente tem queimaduras no tórax, no braço e em parte do rosto. A vítima foi atacada logo após ser chamada de “veado”, segundo o amigo. “Ele não conhece a pessoa que fez isso. É um jovem, de boa aparência”, conta.

Santos afirmou que a família da vítima, que não mora em Curitiba, foi informada sobre o ataque. “Os familiares estão muito indignados com o que aconteceu”, enfatiza. Ele ainda ressaltou que fará denúncias em movimentos sociais ligados aos homossexuais e também a órgãos públicos.

O Hospital Evangélico, por meio de assessoria de imprensa, confirmou que a vítima está internada no local e que tem o quadro de saúde estável. Não foi necessário o internamento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), conforme o hospital.

A Polícia Civil confirmou, por meio de assessoria de imprensa, o registro do boletim de ocorrência e ainda informou que as investigações sobre o caso já estão em andamento.

Colaboração Ana Krüger e Jairo Nascimento/Rede Massa

Você pode Gostar de:

Avião de Alok sai da pista em aeroporto de Juiz de Fora; DJ passa bem

Aeronave derrapou durante a decolagem; não houve feridos. Por Bráulio Lorentz, Luísa Melo, Ricardo Gallo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display