Home / Matérias Policiais / Homem de 26 anos é detido em Santa Branca em operação da PF contra pedofilia

Homem de 26 anos é detido em Santa Branca em operação da PF contra pedofilia

Segundo a Polícia Federal, ele é suspeito de manter e compartilhar material de abuso infantil. Operação Glasnost acontece em 14 estados do Brasil.

Por G1 Vale do Paraíba e Região

Um homem de 26 anos foi detido nesta terça-feira (25) em Santa Branca durante operação da Polícia Federal contra a pedofilia. A operação Glasnost investiga exploração sexual de crianças e o compartilhamento de pornografia infantil na internet. A ação cumpre mandados em 51 cidades de 14 estados brasileiros. De acordo com a polícia, 30 pessoas foram presas, sendo 27 em flagrante.

Segundo a PF, a investigação teve como base o monitoramento de um site russo utilizado como uma espécie de “ponto de encontro” de pedófilos do mundo todo. As ordens judiciais estão sendo cumpridas no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Piauí, Pará e Sergipe.

Em Santa Branca (SP), o homem de 26 anos foi detido suspeito de armazenar e compartilhar imagens de abuso infantil. Foram apreendidos celulares, computadores e pendrives na casa do homem. O material foi encaminhado à sede da PF em São José dos Campos para a perícia.

A polícia apura se, além de armazenar, ele também compartilhava os materiais na rede. Até as 12h30 ele permanecia prestando depoimento à polícia. Caso seja confirmado o compartilhamento de pornografia, o homem será preso em flagrante.

A operação apurou que os investigados são suspeitos de produzirem, compartilharem e armazenarem fotos e vídeos de crianças, adolescentes e até mesmo de bebês com poucos meses de vida, muitos deles sendo abusados sexualmente por adultos, e as enviavam para contatos no Brasil e no exterior.

O nome da operação

O nome da operação é uma referência ao termo russo que significa transparência. “A palavra foi escolhida porque a maior parte dos investigados utilizava servidores russos para a divulgação de imagens de menores na internet e para realizar contatos com outros pedófilos ao redor do mundo”, explicou a PF. Ao todo, 350 policiais participam da ação.

Você pode Gostar de:

POLÍCIA CIVIL DE UBATUBA ESCLARECE HOMICÍDIOS OCORRIDOS NO MUNICÍPIO DE TAUBATÉ

 Autor de diversos homicídios na cidade de Taubaté.   As 19:30 h do dia 18/11/17 …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display