[wp_bannerize group="Banner Topo" random="1" limit="1"]
Home / Policia Civil / Dig / Dupla confessa que aplicou silicone industrial em jovem morta em Lorena, diz polícia

Dupla confessa que aplicou silicone industrial em jovem morta em Lorena, diz polícia

Os suspeitos foram encontrados em uma casa no Jardim Paraíso, em Jacareí (SP). Após prestarem depoimento, foram presos e vão responder por homicídio. Jovem de 25 anos morreu após o procedimento estético.


Por G1 Vale do Paraíba e Região

25/04/2019


Jovem de 25 anos morreu após procedimento estético ilegal — Foto: Arquivo Pessoal

Duas pessoas foram detidas na tarde desta quinta-feira (25) e, em depoimento à polícia, confessaram que aplicaram silicone industrial nos glúteos da jovem que morreu após procedimento estético em Lorena (SP). Dayane Rodrigues da Silva, de 25 anos, morreu na noite de quarta-feira (24).

De acordo com o delegado Ernani Braga, os suspeitos, que são transexuais e usam identidades femininas, foram encontrados em uma casa no Jardim Paraíso, em Jacareí (SP).

Elas atuavam como cabeleireiras e, após serem detidas, foram levadas para a delegacia de Lorena, onde prestaram depoimento. Elas estão presas cela isolada.

À polícia, as duas contaram que já fizeram o mesmo procedimento em outras pessoas, mas não souberam informar a quantidade de atendimento. Elas não eram habilitadas a fazer o procedimento e não informaram para a polícia onde conseguiram o material injetado em Dayane.

Segundo a polícia, as cabeleireiras vão passar por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (25). A dupla deve responder por homicídio doloso – com dolo eventual, ou seja, quando se assume o risco de matar. O G1 tenta localizar a defesa das cabeleireiras.

O pai da vítima, José da Silva, cobra justiça. “Precisamos denunciar. Buscar uma estética boa, de maneira correta, é bom. Mas assim, como ela fez, foi procurar a morte”, lamentou. Dayane, que era viúva, deixa três filhos – eles têm entre 6 e 10 anos.

Morte

Segundo o pai da vítima, Dayane contratou dois profissionais de Jacareí que vendiam ‘tratamentos estéticos’. O atendimento da jovem estava marcado para 12h desta quarta-feira (24) na casa da vítima, no Cidade Industrial. O custo foi R$ 1,2 mil.

Durante o procedimento, com base em informações dadas por Dayane à uma amiga e conversas encontradas pela família no celular dela, Dayane passou mal e foi abandonada pela dupla, que sugeriu que ela estava tendo ‘queda de pressão’ quando ela alertou que passava mal.

Essa mulher que socorreu Dayane é a babá dos três filhos dela e levou a jovem à Santa Casa de Lorena.

A paciente deu entrada na unidade 16h53, segundo o prontuário médico. Na unidade, ela foi encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas não resistiu. Dayane morreu às 19h após parada cardíaca.

A suspeita é que o produto injetado dela tenha relação com o óbito. Amostras do produto foram coletadas pelo IML, que vai emitir um laudo com a causa da morte nos próximos dias.

Dupla está presa na cadeia da delegacia de Lorena — Foto: Kadu Reis/TV Vanguarda

Você pode Gostar de:

Força Tática Detém Indivíduo Por Tráfico no Meia Lua Após Perseguição.

O indivíduo empreendeu fuga por várias ruas do bairro e acabou detido na rua Takeo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]