Home / Brasil / CARROS QUE ERAM USADOS POR TRAFICANTES VIRAM VIATURAS DA GUARDA MUNICIPAL

CARROS QUE ERAM USADOS POR TRAFICANTES VIRAM VIATURAS DA GUARDA MUNICIPAL

Em Araucária, por meio de uma parceria com o poder judiciário, GM está recebendo novos equipamentos, reaproveitando veículos e produtos apreendidos pela Justiça.

 

  • Por Raquel Derevecki

É comum os carros apreendidos pela Justiça permanecerem por muito tempo parados até irem para leilão e serem vendidos abaixo do valor de mercado. No entanto, o juiz Sergio Bernardinetti, da Vara Criminal de Araucária, decidiu mudar essa realidade, transferindo esses veículos para uso da Guarda Municipal da cidade. O primeiro carro recebido pela GM é um Crossfox, que foi transformado em viatura e já saiu às ruas para patrulhamento na tarde desta terça-feira (21).

De acordo com o guarda Eudes Carlos Erdeman, o veículo era utilizado para tráfico de drogas e agora será usado para segurança da população. “Essa parceria vai melhorar muito nossa frota e contribuir com o trabalho realizado, principalmente porque o juiz se prontificou a passar para a GM tudo o que for possível, como veículos e armamentos de calibre permitido por lei”, afirma.

Crossfox roubado foi o primeiro veículo a ser transformado em viatura e já está circulando pela cidade. Foto: Divulgação/Guarda Municipal de Araucária

Crossfox roubado foi o primeiro veículo a ser transformado em viatura e já está circulando pela cidade. Foto: Divulgação/Guarda Municipal de Araucária

Parceria vai além

Ainda segundo Erdeman, a parceria com o Poder Judiciário iniciou em fevereiro e, além de melhorar a frota e o armamento do comando, também conta com orientações ao efetivo. “Já recebemos uma palestra a respeito de condutas do agente da lei como condução de ocorrências, legislação e crimes. Essa proximidade com o Poder Judiciário só trará benefícios”, garante.

Publicidade

Você pode Gostar de:

Mulher mata ex namorado porque ele ter usado Tinder

Da redação | Publicado em 15 de dezembro de 2017.   (Foto: Divulgação) Uma mulher de 25 anos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display