Caraguá recebe doações para famílias de casas atingidas por alagamentos

Caraguá recebe doações para famílias de casas atingidas por alagamentos

Temporal atingiu a cidade durante a madrugada desta quarta-feira (15).
Os bairros mais alagados foram na região central e norte.

G1 Vale do Paraíba e região

Lama invadiu as casas em Caraguá (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)Lama invadiu as casas em Caraguá (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)

Após uma forte chuva que atingiu Caraguatatuba na madrugada desta quarta-feira (15), o Fundo Social de Solidariedade e organizações da cidade arrecadam doações para as famílias que perderam seus pertences. Devido ao temporal, a cidade está em estado de atenção. Ao todo, 16 pessoas foram levadas para abrigos da prefeitura.

São recebidos materiais de higiene pessoal, limpeza, colchões, roupas infantis e água. O material pode ser encaminhado para todas as secretarias municipais, aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e a igrejas.

De acordo com o Comitê de Gerenciamento de Crise da cidade, 12 famílias precisam sair das casas por causa de risco de deslizamento, mas, até a manhã de quinta, só três, dos bairros Sumaté, Tinga e Casa Branca, aceitaram deixar as moradias e foram levadas para o Centro Esportivo.

“Como a água já baixou algumas famílias quiseram ficar limpando as casas, mas tem risco de deslizamento. É importante que elas saiam e, quem precisar, pode vir para o Centro Esportivo. Já estamos recebendo doações para ajudar essas e outras famílias que tiveram as casas alagadas”, explicou o coordenador do comitê, Ricardo Ribeiro.

De acordo com a Defesa Civil, 65 pessoas foram atendidas e outras 28 que estavam ilhadas foram resgatadas. As ocorrências foram nos seguintes bairros: Sumaré, Jardim Califórnia, Martim de Sá, Casa Branca, Tinga, Jardim Britânia, Gaivotas, Jaraguazinho e Pontal Santa Marina.

Segundo a Secretaria de Educação, das 15 escolas atingidas pelas chuvas, 14 delas já receberam manutenção e devem ter o retorno das aulas nesta quinta-feira (16).

Existem 54 áreas de risco na cidade que estão sendo monitoradas pela Defesa Civil. A cidade está em estado de alerta. Choveu 186 milímetros na cidade nos últimos três dias – sendo 160 milímetros nesta madrugada. Nesta quinta-feira, o Instituto Geológico e a Defesa Civil irão avaliar a situação do Morro Santo Antônio e se há risco de novos deslizamentos de terra.

Limpeza
Segundo a prefeitura, equipes trabalham para desobstruir vias e rios para escoamento da água desde 1h da madrugada. Equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social estão de plantão e, junto com a Defesa Civil, atendem aos afetados pelas chuvas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *