[wp_bannerize group="Banner Topo" random="1" limit="1"]
Home / Acidentes / Após um ano foragido, motorista que matou quatro atropelados em São José se entrega à polícia

Após um ano foragido, motorista que matou quatro atropelados em São José se entrega à polícia

Mateus de Jesus Sousa se entregou em delegacia da capital e alegou que não se apresentou antes por medo de morrer. Acidente foi em 2017 em São José dos Campos.

Por Camilla Motta, G1 Vale do Paraíba e Região

25/02/2019


Vídeo mostra momento em que quatro morrem atropelados por caminhonete após acidente com moto em São José — Foto: Divulgação

Vídeo mostra momento em que quatro morrem atropelados por caminhonete após acidente com moto em São José — Foto: Divulgação

O motorista Mateus de Jesus Sousa, de 20 anos, acusado de matar quatro jovens atropelados em São José dos Campos, se entregou à polícia após um ano foragido. Com os advogados, ele foi até a Delegacia de Atendimento ao Turista (Deatur) de São Paulo na quinta-feira (21). Depois foi transferido na última sexta-feira (22) para o Centro de Detenção Provisória (CDP) 2 de Pinheiros.

De acordo com o boletim de ocorrência, o jovem, informou que por causa da repercussão que o caso tomou, ele temia por sua vida e por isso não se apresentou antes para cumprimento da prisão.

“Afirma que tal temor é real visto que a casa em que Mateus residia foi totalmente destruída, e cartas e ameaçadas proferidas por meio de redes sociais são constantemente enviadas até seus familiares”, diz trecho do histórico no BO. O atropelamento foi em setembro de 2017.

No registro, não há informações de onde ele ficou escondido nesse tempo. Mateus chegou a ser detido na casa de parentes, mas foi liberado após prestar depoimento. A Justiça só determinou a prisão dele em fevereiro do ano passado e, desde então o jovem estava foragido.

Mateus se entregou dois dias depois de que a Justiça adiou a decisão de que ele será julgado por júri popular. A Justiça deu um prazo para a defesa dele fazer uma nova manifestação.

O advogado de Mateus, Warley Freitas foi procurado pelo G1 e não retornou até a publicação da reportagem.

00:00/00:21

Grupo é atropelado por caminhonete em alta velocidade

Grupo é atropelado por caminhonete em alta velocidade

Atropelamento

O acidente aconteceu depois que um carro bateu levemente em uma moto e o motociclista ferido ficou deitado no asfalto aguardando a chegada do resgate. Um grupo que passava pelo local prestou socorro ao motociclista e o rodeou para protegê-lo.

Enquanto esperavam, o acusado passou com uma picape pelo trecho em alta velocidade e atropelou três jovens, além do motociclista já caído. (veja vídeo do acidente acima)

Dois deles e o motociclista, de 18, 22 e 29 anos respectivamente, morreram no local. A outra vítima foi socorrida pelos Bombeiros e também não resistiu. O autor fugiu sem prestar socorro.

À polícia, o jovem alegou que não viu e que ao perceber os pedestres tentou frear, mas imagens de uma câmera de segurança desmentiram a versão.

Alívio

Para a família de uma das vítimas, a sensação é de alívio com a prisão de Mateus. “Dá um alívio mesmo não trazendo meu irmão de volta. Não queremos impunidade, não queremos que ele seja solto logo, queremos confiar na justiça e que ele pague o que cometeu”, afirmou Jane Queiroz, irmã de Móises de Queiroz Matias.

Jovem quando foi detido em 2017 pela polícia em São Paulo — Foto: Camilla Motta/G1

Jovem quando foi detido em 2017 pela polícia em São Paulo — Foto: Camilla Motta/G1

Você pode Gostar de:

PM de Jacareí Recaptura Foragido de Saidinha do Dia dos Pais.

Foto: Divulgação da Polícia Militar O indivíduo ao notar a presença da viatura começou a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

[wp_bannerize group="Banner Rodapé" random="1" limit="1"]