Home / Brasil / Alerj aprova aumento da contribuição previdenciária

Alerj aprova aumento da contribuição previdenciária

Projeto aumenta taxa de 11% para 14% para servidores. Emenda condiciona aumento a colocação dos salários em dia e será votada nesta quarta.

Alerj debate projeto para aumentar contribuição previdenciária (Foto: Gabriel Barreira/G1)

Alerj debate projeto para aumentar contribuição previdenciária (Foto: Gabriel Barreira/G1)

A Alerj aprovou, na tarde desta quarta-feira, o projeto de lei que aumenta a contribuição previdenciária de servidores de 11% para 14% a taxxa de contribuição previdenciária de servidores ativos e inativos, além de pensionistas. Às 15h48, o projeto já tinha votos suficientes para sua aprovação, por 39 a 26 votos. Neste momento, bombas de policiais contra manifestantes começaram a estourar do lado de fora da casa.

A sessão foi marcada também pelo reaparecimento do presidente e o vice da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (PMDB) e Wagner Montes (PDT). Jorge participou inclusive de reunião do colégio de líderes partidários para discutir o projeto. Depois, Picciani deu entrevista coletiva dizendo que poderá analisar semana que vem um dos pedidos de impeachment contra o governador Luiz Fernando Pezão.

Ambos estavam ausentes da casa por motivos médicos. É a primeira vez que Picciani participa de uma reunião com os deputados depois de se afastar para tratar um câncer na bexiga. Teoricamente Picciani pode votar nesta quarta porque não tirou licença formalmente: tem faltado sessões desde que se afastou por motivos médicos e terá as faltas abonadas depois de apresentar documento. Já Wagner Montes tirou licença.

A oposição avalia que a presença se dá pela preocupação e a necessidade de aprovar o projeto, proposto pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).

O aumento da contribuição previdenciária chegou a ser tido como uma das contrapartidas para o plano de recuperação fiscal dos estados, mas foi retirado em votação em Brasília.

Protesto

Com 500 agentes, a Casa foi cercada por policiais militares e homens da força nacional em meio a protesto de servidores. Por volta das 15h40, manifestantes se aglomeraram na entrada lateral da Alerj e policiais estouraram a primeira bomba. Segundo o twitter da PM, adeptos da tática black bloc estavam entre os manifestantes.

Você pode Gostar de:

Baep Detém Indivíduo por Tráfico na Vila Nair em São José dos Campos.

Havia três tijolos de maconha, quatro pedaços menores de maconha, duas balanças de precisão e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display